PREFEITURA DE CAMPOS ANUNCIA ANTECIPAÇÃO DE METADE DO 13º JUNTO COM O PAGAMENTO DE JUNHO

Written by on 26 de maio de 2022

A PREFEITURA DE CAMPOS ANUNCIOU, NA TARDE DESTA QUARTA-FEIRA (25), A ANTECIPAÇÃO DA PRIMEIRA METADE DO 13º SALÁRIO DE TODOS OS SERVIDORES COM O PAGAMENTO REFERENTE AO EXERCÍCIO DE JUNHO (DEPOSITADO NO INÍCIO DE JULHO). O ANÚNCIO FOI FEITO APÓS REUNIÃO DO PREFEITO WLADIMIR GAROTINHO COM UMA COMISSÃO DE SERVIDORES REPRESENTANDO A CATEGORIA DE AGENTES DE SERVIÇOS GERAIS (ASG).

 

PARA ESTA CATEGORIA, WLADIMIR ANUNCIOU QUE PUBLICARÁ, NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA (27), DECRETO QUE PERMITIRÁ A ESTES SERVIDORES A EQUIPARAÇÃO COM O SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL A PARTIR DA FOLHA DE PAGAMENTO DO MÊS DE JUNHO. CERCA DE 560 SERVIDORES DA PREFEITURA RECEBEM ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO E, SEGUNDO O PREFEITO, A MEDIDA “REPARARÁ UMA INJUSTIÇA COM ESSES TRABALHADORES”.

 

ALÉM DO PREFEITO, PARTICIPARAM DA REUNIÃO O PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO, ROBERTO LANDES; O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, WAGNER TEIXEIRA; O SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, SÉRGIO CUNHA; E VEREADORES DA BASE DO GOVERNO.

 

OUTRO ANÚNCIO FEITO PELO PREFEITO, DURANTE A REUNIÃO, É QUE ESTÁ SENDO ENCAMINHADO PARA A CÂMARA DE VEREADORES PROJETO DE LEI RETORNANDO O AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO DE R$ 200 SOBRE O SALÁRIO BASE DOS SERVIDORES, CONFORME INDICAÇÃO DO VEREADOR CABO ALONSIMAR. “NO INÍCIO DE 2021, TIVEMOS QUE FAZER MUDANÇAS E UM GRUPO ACABOU FICANDO SEM O BENEFÍCIO. NAQUELE MOMENTO, ERA NECESSÁRIO TOMAR ESSA MEDIDA PORQUE NÃO TÍNHAMOS CONDIÇÕES DE PAGAR. EU NÃO IA SER IRRESPONSÁVEL. ASSUMIU A PREFEITURA EM UMA SITUAÇÃO FINANCEIRA DIFÍCIL. HOJE, A REALIDADE É OUTRA: ASSINAMOS UM TAG COM O TRIBUNAL DE CONTAS E EU NÃO POSSO AUMENTAR AS DESPESAS, COMO A DA FOLHA DE PAGAMENTO, CONTANDO COM A ARRECADAÇÃO DOS ROYALTIES. BENEFÍCIOS COMO O VALE ALIMENTAÇÃO PODEM SER PAGOS COM ESSE RECURSO”, DESTACOU WLADIMIR.

 

NO ENTANTO, SOBRE O VALE ALIMENTAÇÃO, A CÂMARA VEREADORES DE CAMPOS DOS GOYTACAZES APROVOU, COMO INDICAÇÃO LEGISLATIVA, NA TERÇA-FEIRA (24) O RETORNO DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO NO VALOR DE R$400 PARA OS SERVIDORES MUNICIPAIS. PARLAMENTARES GOVERNISTAS PROPUSERAM R$ 200. JÁ OS OPOSICIONISTAS SUGERIRAM R$ 400 E OBTIVERAM MAIORIA NA APROVAÇÃO DO BENEFÍCIO.

 

A PROPOSTA SERÁ ENCAMINHADA PARA A PREFEITURA DE CAMPOS PARA SER ANALISADA. POR SER INDICAÇÃO LEGISLATIVA, O VALOR DE R$ 400 NÃO TEM FORÇA DE LEI. A INDICAÇÃO É O INSTRUMENTO LEGISLATIVO APROVADO PELO PLENÁRIO OU PELA MESA DIRETORA CUJA FINALIDADE É A DE APENAS SUGERIR QUE OUTRO ÓRGÃO TOME PROVIDÊNCIAS SOBRE DETERMINADO ASSUNTO.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Campos


Reader's opinions

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.



Current track

Title

Artist