ENTREVISTA EXCLUSIVA: PRESIDENTE DO SIPROSEP, ELAINE LEÃO SEM RESPOSTAS SOBRE REAJUSTE SALARIAL, SERVIDORES ACAMPAM EM FRENTE À PREFEITURA DE CAMPOS

Written by on 3 de maio de 2022

 

APÓS UM DIA INTEIRO DE MANIFESTAÇÕES E SEM RESPOSTAS QUANTO AO REAJUSTE SALARIAL, NESTA SEGUNDA-FEIRA (2), OS INTEGRANTES DO SINDICATO DOS PROFISSIONAIS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CAMPOS (SIPROSEP) DECIDIRAM ACAMPAR EM FRENTE À PREFEITURA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES. DE ACORDO COM A PRESIDENTE DO SIPROSEP, ELAINE LEÃO, OS MANIFESTANTES PERMANECERÃO ACAMPADOS ATÉ TEREM A RESPOSTA DO OFÍCIO ENVIADO À PREFEITURA, QUE SOLICITA TRANSPARÊNCIA NOS GASTOS PÚBLICOS, PARA QUE SEJA POSSÍVEL A REALIZAÇÃO DE UM PEDIDO DE REAJUSTE.

“NÃO TIVEMOS NENHUMA RESPOSTA ATÉ AGORA E CONTINUAMOS AGUARDANDO AS INFORMAÇÕES. MEDIANTE ESSA QUESTÃO, OS SERVIDORES DECIDIRAM ACAMPAR AQUI. FIZEMOS UMA ESCALA PARA RODÍZIO DOS PARTICIPANTES QUE FICARÃO ACAMPADOS. E SERÁ ASSIM ATÉ A RESPOSTA CHEGAR. SE TIVER QUE SER UMA SEMANA, 10 DIAS, SERÁ. É POR TEMPO INDETERMINADO. FAREMOS UM REVEZAMENTO DE 15 PESSOAS, JÁ CONTRATAMOS BANHEIRO QUÍMICO, SEGURANÇA PARTICULAR E FICAREMOS AQUI”, EXPLICA ELAINE LEÃO.

NO INÍCIO DESTA SEGUNDA-FEIRA, OS SERVIDORES ORGANIZARAM UMA MANIFESTAÇÃO EM FORMATO DE CARREATA NA ENTRADA DA CIDADE COM DESTINO À PREFEITURA. A PRESIDENTE DO SIPROSEP INFORMOU, DURANTE O ATO, QUE HAVERÁ NOVA MANIFESTAÇÃO E PARALISAÇÃO NO DIA 16 E SERÁ CONVOCADA UMA GREVE GERAL, COM TEMPO INDETERMINADO. (VEJA AQUI)

A MANIFESTAÇÃO, O ACAMPAMENTO E POSSÍVEL GREVE GERAL TÊM COMO PONTO DE PARTIDA A FALTA DE RESPOSTAS POR PARTE DA PREFEITURA DE CAMPOS, SEGUNDO O DIRETOR DO SINDICATO DENILSON MACIEL, SOBRE O PEDIDO DO SIPROSEP, PARA TER ACESSO AOS DOCUMENTOS INFORMANDO OS GASTOS PÚBLICOS. A SOLICITAÇÃO TEM COMO OBJETIVO A REALIZAÇÃO DE UM PEDIDO DE REAJUSTE SALARIAL, COM BASE NOS DADOS FINANCEIROS DO MUNICÍPIO.  (VEJA AQUI) AS MOBILIZAÇÕES ESTÃO SENDO FEITAS DESDE O INÍCIO DE MARÇO DESTE ANO.

DE ACORDO COM O DIRETOR DO SINDICATO, DENILSON MACIEL, O SERVIDOR TEVE PERDA NO PODER DE COMPRA NOS ÚLTIMOS ANOS E LUTAM PELO REAJUSTE. “SÃO MAIS OU MENOS 48% DE PERDA NO PODER DE COMPRA DESDE 2016. ESTAMOS SOFRENDO COM A INFLAÇÃO NOS ÚLTIMOS ANOS E SEM REPOSIÇÃO. NÃO ESTAMOS PEDINDO AUMENTO REAL DE SALÁRIO, MAS SIM A REPOSIÇÃO INFLACIONÁRIA”, EXPLICA.

A ÚLTIMA VEZ QUE O SIPROSEP ACAMPOU EM FRENTE A PREFEITURA FOI EM 2020, PARA COBRAR SALÁRIOS EM ATRASO DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS.

A PREFEITURA DE CAMPOS INFORMOU, POR MEIO DE NOTA, QUE ESTÁ ABERTA AO DIÁLOGO COM A CATEGORIA E QUE A SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS FRISA QUE, POR DETERMINAÇÃO LEGAL, A FOLHA DE SERVIDORES TEM QUE SER PAGA COM RECURSOS PRÓPRIOS E PARA QUE UM REAJUSTE SEJA CONCEDIDO É NECESSÁRIO AUMENTO DA RECEITA.

“A PREFEITURA TEM FEITO VÁRIOS ESTUDOS NESSE SENTIDO E SEMPRE MANTEVE DIÁLOGO COM O SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS. NO ATUAL GOVERNO, O MUNICÍPIO JÁ GARANTIU A EQUIPARAÇÃO SALARIAL DOS PROFESSORES QUE ESTAVAM ABAIXO DO PISO NACIONAL.

EM 2021, FORAM PAGAS 15 FOLHAS DO FUNCIONALISMO, INCLUINDO O 13º DO ANO ANTERIOR, QUE NÃO FOI PAGO PELA GESTÃO ANTERIOR, E O MÊS DE DEZEMBRO, ALÉM DAS 13 REGULARES DO ANO, SOMANDO MAIS DE R$ 1 BILHÃO EM RECURSOS. SÓ NOS QUATRO PRIMEIROS MESES DESTE ANO, FORAM MAIS R$ 400 MILHÕES. DO PASSIVO DE FÉRIAS, A PREFEITURA DISPONIBILIZOU R$ 30 MILHÕES PARA A REGULARIZAÇÃO, BENEFÍCIO QUE TAMBÉM JÁ ESTÁ SENDO PAGO.  AO TODO, 266 SERVIDORES RECEBERAM O AUXÍLIO-FUNERAL, NO ANO PASSADO, TOTALIZANDO R$ 927.042,28 E DE PAGAMENTO DOS DIREITOS DOS FALECIDOS R$ 512.728,07, ATENDENDO 71.
A PREFEITURA FORMALIZOU UM TERMO DE AJUSTAMENTO DE GESTÃO (TAG) COM O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO (TCE), ONDE SE COMPROMETEU A REDUZIR, GRADATIVAMENTE, O USO DE ROYALTIES PARA O PAGAMENTO DE SERVIDORES.  O MUNICÍPIO HAVIA SIDO NOTIFICADO EM 2017 PARA QUE A MEDIDA COMEÇASSE NO ANO PASSADO, MAS ATÉ 2021 O MUNICÍPIO NÃO ESTAVA PREPARADO PARA ESSA SITUAÇÃO. DE ACORDO COM O TAG FIRMADO EM 2021, A PREFEITURA PODE USAR 100% DE PARTE DOS ROYALTIES PERMITIDOS NO PRIMEIRO ANO DE GOVERNO. EM 2022 PODERÁ USAR 75%, EM 2023, 50% E EM 2024 O MUNICÍPIO TERÁ QUE ARCAR COM RECURSOS PRÓPRIOS INDEPENDENTES DOS ROYALTIES PARA PAGAR A FOLHA DE PAGAMENTO. CONFORME FICOU ACORDADO COM O MUNICÍPIO, O TCE VAI AFERIR OS NÚMEROS, ANUALMENTE, DE MODO QUE OS PERCENTUAIS SEJAM CUMPRIDOS”, DISSE A PREFEITURA, POR MEIO DE NOTA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Live Notícias


Reader's opinions

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.



Current track

Title

Artist